Buscar
  • Vay Tranquilo

Quais documentos preciso levar na hora do embarque?

Atualizado: 1 de fev.


Passageiro caminha com mala de rodinhas rumo ao embarque em um aeroporto
Saiba quais documentos exigidos e quais as regras de bagagem nos aeroportos

Seja a trabalho ou a lazer, ninguém quer estragar uma viagem por problemas na hora de embarcar, não é mesmo? Por mais que se tenha costume com os procedimentos, é sempre bom redobrar a atenção para não esquecer os documentos exigidos e outras regras aeroportuárias. Para quem viaja pela primeira vez é ainda mais importante se ligar no que é preciso ter em mãos para entrar no avião.

Faça o check-in antecipadamente pela internet

Desde antes da pandemia da COVID-19, a realização do check-in antecipado, pela internet, era uma prática muito recomendada. Com os novos protocolos de isolamento e necessidade de evitar filas e aglomerações, o procedimento é ainda mais necessário.

Além do mais, realizar o check-in antecipadamente é uma chance de conferir novamente os horários dos voos, os dados do passageiro, selecionar o assento (com ou sem custo) e preencher informações importantes, como o contato de emergência.

Vale lembrar que as companhias aéreas disponibilizam o check-in em seus sites com uma antecedência que varia entre 24 e 72h. Basta acessar, seguir o passo a passo preenchendo os dados exigidos, como nome e número de documento, que o check-in é concluído e seu cartão de embarque é emitido e enviado em versão digital para você consultá-lo no celular. Se preferir, é possível imprimi-lo.

Com o cartão de embarque digital ou impresso em mãos, é possível se dirigir diretamente à sala de embarque do aeroporto, desde que não haja necessidade de despachar bagagem. Assim, evita-se a necessidade de enfrentar filas no balcão da companhia.

Atenção a antecedência recomendada em cada voo

No embarque nacional, recomenda-se a chegada com 2 horas de antecedência para evitar contratempos, especialmente se o check-in não estiver feito e/ou se for necessário despachar bagagens. Para os voos internacionais, são exigidas 3 horas de antecedência para o comparecimento ao aeroporto de embarque.

Atenção a quais documentos são exigidos em cada voo.

Mesmo com a realização antecipada do check-in, a apresentação de um documento original (não podem ser utilizadas copias, mesmo que autenticadas), dentro da data de validade, é obrigatória em viagens aéreas. Em voos nacionais, são aceitos os seguintes documentos de identificação:

• Carteira de Identidade (RG);

• Passaporte;

• Carteira Nacional de Habilitação (modelo físico com fotografia);

• A CNH-e (Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica), desde que suas informações sejam compatíveis com as informações do cartão de embarque;

• Carteira de Trabalho;

• DNI (Documento Nacional de Identidade);

• Título de Eleitor Eletrônico (com nome civil ou nome social);

• Cartões de identidade expedidos pelo Poder Judiciário ou Legislativo, no nível federal ou estadual, e também cartões de identidade expedidos pelo ministério ou órgão subordinado à Presidência da República, incluindo o Ministério da Defesa e os Comandos da Aeronáutica, da Marinha e do Exército;

Atenção: captura de tela ou foto da CNH-e não são válidas para o embarque, assim como RGs antigos ou em mau estado de conservação.

Também é importante lembrar que crianças também precisam apresentar documentação de identificação válida, nos mesmos modelos, e RGs de crianças menores de 12 anos sem a Certidão de Nascimento não são aceitos.

Saiba quais são os documentos exigidos em viagens internacionais

Para as viagens internacionais, a exigência de documentos varia de acordo com o país de destino. Para desembarcar em países fora do Mercosul (grupo formado por Argentina, Paraguai, Uruguai, Venezuela, Chile, Colômbia, Equador e Peru, além do Brasil), é preciso apresentar um passaporte dentro do prazo de validade. Além disso, alguns países exigem vistos de turismo ou permanência que devem ser solicitados com antecedência junto às embaixadas e também devem respeitar o prazo de validade estipulado.

Atenção: Para viagens dentro do Mercosul, a carteira de identidade (RG) basta como documento de identificação, mas a CNH não é aceita.

Além disso, caso a viagem para o país do Mercosul, como a Colômbia ou a Venezuela, seja feita via conexão no Panamá ou outro país fora do bloco, o passaporte será exigido na ponte aérea.

Outra exigência em alguns destinos internacionais é o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) atualizado contra algumas doenças, como a febre amarela. A COVID-19 também impôs novas exigências. Todas elas podem ser vistas no Portal Consular do Ministérios das Relações Exteriores, que disponibiliza uma lista atualizada periodicamente com as condições impostas por cada país aos viajantes do Brasil. Em outros casos, formulários online precisam ser preenchidos pelos viajantes antes da chegada ao país de destino como medida de segurança.

Saiba quais são os limites de bagagem e o que pode levar na mala

De acordo com as atuais regras praticadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) , a franquia de bagagem de mão é de, no máximo, 10 Kg. Ou seja, o passageiro tem direito de levar com ele na cabine da aeronave até 10 Kg sem qualquer custo extra, desde que as dimensões não ultrapassem 55 cm x 35 cm x 25 cm (comprimento, altura e largura), incluindo bolsos, rodas e alças. Algumas companhias específicas podem ter limites maiores para clientes premium, mas a regra pela legislação é essa. Bagagens que ultrapassem esses limites de peso e tamanho devem ser despachadas, mediante o pagamento da taxa praticada por cada companhia

Por medidas de segurança, não podem estar nos volumes de mão objetos cortantes e produtos inflamáveis, explosivos e outros itens classificados como artigos perigosos (salvo exceções). Especificamente nos voos internacionais, frascos de líquidos com capacidade superior a 100 ml também não são admitidos. Na dúvida, consulte sempre a empresa aérea.

Além disso, não é recomendado despachar bagagens que contenham objetos de valor, tais como: joias, dinheiro, eletroeletrônicos (celulares, notebooks, filmadoras etc.). Esses objetos devem ser transportados, de preferência, na bagagem de mão. É possível ver aqui o que pode e o que não pode ser levado em cada tipo de bagagem.

Atenção: Pese sempre sua bagagem antes de sair de casa para assegurar que ela está dentro do limite que você contratou.

Mesmo com as nossas dicas, você teve problemas em sua viagem?

Caso ele tenha sido ocasionado pela companhia aérea, contate nosso suporte! Faremos uma avaliação do seu caso e te orientaremos sobre possibilidades para receber uma compensação.

E se você está procurando passagens com preços promocionais, consulte nossos atendentes e faça uma cotação para seu destino. Você já conhece a VAY? Somos a melhor distância entre o seu querer e o chegar.

64 visualizações0 comentário